Colunistas  

   

Institucional  

   

Publicidade  

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Auto Escola Vitória
   

O Mancha

 mancha zaqueu

GOLEIRO: UM ETERNO SOFREDOR

Torcedor apaixonado do Potiguar, Edilton Queiroz, exímio analista do futebol, comentava nos micros da Difusora, o insucesso do seu time no Campeonato Estadual do Rio Grande do Norte, ano 2011. “O time até que era mais ou menos, agora com o Zaqueu Marinheiro era difícil ganhar um jogo. Ele foi O GOLEIRO MAIS FURADO da competição.

 


 006

 

MARQUETEIRO INIGUALÁVEL


Diretor da agência lotérica mais conceituada de Mossoró, A Zebra, Paulinho Coelho contratou o elétrico locutor e marqueteiro de primeira linha Gutemberg Dias que buscava atrair clientes de todo tipo. Megafone no gogó, e: "Vamos entrando pessoal, pois aqui você faz a sua fezinha e também deposita o seu dinheiro em conta da Caixa Econômica Federal e, além do mais, também paga o seu PAPEL DE ÁGUA E DE ENERGIA"

 

 


 

 

01

 

QUENGO OCO

Acometido de uma BILOURA, que teve como conseqüência uma queda e uma forte pancada na cabeça, o jornalista Cid Augusto, após muita insistência dos amigos, resolveu consultar o neurologista, dr. Everardo Praça. Exames prá lá, prá cá e após duas tomografias computadorizas o inteligente homem da escrita adentrou ao jornal O Mossoroense, e: “Pessoal, graças a Deus está tudo bem comigo. Mil e um exames foram feitos e ao final, o dr. Everardo constatou que eu NÃO TENHO NADA NA CABEÇA”

 


 

02

ETA DOUTOR PAI D’ÉGUA

Devorador absurdo de um cigarro e com a saúde já um bocado comprometida, Geraldino Felipe resolveu atender aos apelos dos amigos e procurou o seu irmão de maçonaria e também pneumologista Dr. José Joaquim dos Santos, que cuidava com muito zelo dos pacientes que queriam deixar o vício e dava esporros adoidados naquele que “queria, mas não queria”.

Um belo e simpático carão foi dado e o “conselho”:

José Joaquim: “Amigo, eu vou deixar bem claro. Só trato de paciente que realmente queira largar esse maldito vício. Você quer mesmo deixar de fumar?”

Geraldino: “Claro que sim Doutor, há mais de uma semana que eu estou EVITANDO AO MÁXIMO FUMAR CADA VEZ MENOS”.

Foi GENTILMENTE, como mostra a charge, convidado a se retirar do consultório.

 


 

03

O CARDÁPIO SUI GENERES

Final de expediente em pleno sábado, a pastelaria do famoso Carlinhos Lima Rocha Filho sempre contou com a extraordinária competência na cozinha da sua esposa Maria Antonieta. Com fome de fazer inveja a qualquer urubu, entra um cliente de nome Doziteu Moreira, e diz; “Carlinhos estou com uma fome danada. Aqui tem o que para comer”?

- “Amigo, não tem mais nada. ATÉ A MINHA MULHER JÁ FOI EMBORA”.

-“Cara eu não vim atrás da tua mulher não, eu quero outro tipo de alimento”.

A partir daquele dia foi proibida a entrada de Doziteu Moreira na pastelaria.

 


 

04

O VERBO LEVANTAR EM ALTA

O pelotão V-4 formado por José Carlos da Costa Lima, Amadeu Júnior, Ademar Filho e Tico Queiroz estaciona o carro no Tenda Restaurante, exatamente no espaço destinado a deficiente físico, fato que fez o segurança Ewerton Aragão aproximar-se e puxar um educado diálogo;

Ewerton; “Os senhores me perdoem, mas esta área é para deficiente físico. Eu estou percebendo que os senhores caminham normalmente. Por favor, vamos colaborar, estacionem o veículo em outro lugar”.

José Carlos; “Nós somos deficientes sem senhor”.

Ewerton: “Então provem, caso contrario vou ter que tomar providências”

Incontinente, o pelotão V-4 sacou várias caixas de VIAGRA e: “NÓS SÓ LEVANTAMOS COM ISSO AQUI e tenha um feliz natal”.

 


 

05

JOGADORES CABEÇAS DE BURRO

Através do presidente do clube Maguari, de Fortaleza, João Monte, o surgimento de dois craques que iriam encantar o mundo, os atacantes Ricardo Borges (Borjão) e Hipólito Monte. Em apenas seis jogos do Campeonato Cearense cada um fez 28 gols. Contrato quase assinado com o Paris Saint Germain e a preocupação do presidente no conhecimento dos atletas ao novo país. Aulas e mais aulas sobre a cultura francesa foram ministradas. Antes da apresentação ao time, um bate-bola no minicampo do hotel e em seguida veio um azedado bate-boca dos atletas, com a imediata intervenção do xenógrafo João Monte:

“O que é que está havendo aqui? Por que vocês estão discutindo?”

Hipólito - “É que esse Borjão é muito burro.”

Borjão - “Burro é ele, presidente.”

Hipólito Monte – “O senhor não disse que o grande general da França foi NAPOLEÃO?”

João Monte -“”Pois é, eu disse isso”,

Hipólito Monte – “E esse jumento aí tá dizendo que não, tá dizendo que não foi, que foi um tal de BONAPARTE. Quem é o burro aqui, presidente?”

   

Publicidade